terça-feira, 2 de abril de 2013

António Soares quer estabilizar Belenenses na I Liga

Postado Por: with Sem Comentarios
O presidente do Belenenses apontou como prioritária a estabilidade na I Liga de futebol, para evitar as dificuldades dos últimos anos, e revelou a possibilidade de abandonar o clube no final da época.

O clube do Restelo garantiu o regresso à I Liga, apesar da derrota no terreno do Penafiel, por 2-0, beneficiando do empate da Oliveiense e do desaire do Santa Clara na 33.ª jornada da II Liga de futebol.

Após três épocas na II Liga, a equipa de Lisboa assegurou o regresso ao primeiro escalão a nove rondas do final. Com 27 pontos em disputa, o Belenenses tem 24 de vantagem sobre Leixões (3.º) e 25 para o Aves (4.º), mas ambos têm mais um jogo disputado, e os ''azuis'' têm vantagem no confronto direto com o conjunto de Matosinhos.

Em declarações à agência Lusa, António Soares revelou que toda a equipa ficou no balneário do estádio 25 de Abril, em Penafiel, à espera do final do encontro do Santa Clara, e que o momento da confirmação da subida foi ''de grande emoção''.

''Foram dois anos muito difíceis, mas acabou por valer a pena. Nesta altura, sinto que, se tiver de sair, saio com a consciência tranquila de que deixei o Belenenses no lugar a que tem direito'', começou por dizer.

De resto, o líder dos ''azuis'' deixou no ar a possibilidade de abandonar o cargo no final da época, ainda que tenha preferido realçar o momento que o clube está a viver.

''Se sair, por algum motivo, saio com a consciência tranquila. Nem sempre somos nós a determinar o futuro. Não vale a pena adiantar mais sobre isso. Vamos deixar acabar a época tranquilamente e, depois, veremos o que vai acontecer. Nesta altura, não tenho nada definido. Tenho a sensação de dever cumprido'', adiantou.

Por outro lado, António Soares já fala sobre os objetivos para a próxima época, que será de regresso ao convívio entre grandes, destacando a importância de uma estabilização da equipa de futebol na I Liga.

''É preciso estabilizar o clube, de forma a que não tenhamos de passar por isto outra vez. A II Liga é um campeonato desportivamente complicadíssimo, mas também com graves problemas financeiros e, quem cai nesta II Liga, tem grandes dificuldades para sobreviver financeiramente'', afirmou.

Além de elogiar o trabalho realizado pela direção, António Soares frisou a importância de Rui Pedro Soares, acionista maioritário da SAD, neste regresso ao escalão maior.

''Eu sou a cara, mas isto é um trabalho de muita gente, da direção que, desde o tempo de João Almeida, tem gerido os destinos do clube. Também não nos podemos esquecer de uma ajuda externa, que foi fundamental para estarmos aqui nesta altura, porque, de outra forma, não teria sido possível'', lembrou.

O presidente do Belenenses mostrou-se ainda confiante na próxima época, tendo em conta o ''trabalho fantástico'' realizado por todos os intervenientes na equipa, liderada pelo holandês Mitchell van der Gaag.

''Acredito muito neste grupo de trabalho, que tem desenvolvido um trabalho fantástico, e acho que, com pequenos retoques, temos todas as condições para estar tranquilamente na I Liga'', concluiu.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário