quarta-feira, 10 de abril de 2013

Processo de requalificação do Restelo

Postado Por: with Sem Comentarios
O nosso presidente, António Soares, acompanhado pelos vices Luís Bettencourt e Nuno Costa, reuniram-se com a CML para falarem sobre o processo de requalificação do Restelo.

No final, António Soares referiu que "foi uma reunião bastante produtiva, onde tentámos defender os interesses do Belenenses e também preservar uma zona da cidade de Lisboa que é zona complicada, pois existe uma série de edifícios classificados. A Direção do Património Cultural quer garantir que toda a zona dos Jerónimos sejam preservadas e, neste momento, há pequenos pormenores a acertar, como por exemplo, a câmara pede-nos um estudo sobre o impacto no tráfego perante os nossos projetos de construção e julgo que vamos conseguir chegar rapidamente a um entendimento."

Sobre o plano de requalificação, o nosso presidente indicou que o clube vai "avançar com um supermercado, que ficará localizado no topo sul, abaixo do maracanãzinho, perto da escadaria principal. Está previsto também um sintético e uma zona comercial onde haverá a possibilidade de construção de um cinema, que naquela zona de Lisboa não existe nenhum (que ficaria debaixo da bancada sul onde é atualmente o parque de estacionamento interno da Direção do Belenenses), uma residência assistida, um colégio, um polo universitário (para aproveitar a parceria que já temos com a Lusófona) e uma clínica virada para a recuperação desportiva que pode ter outras valências (estes dois últimos a construir na zona do atual pavilhão)."

As infraestruturas desportivas que estão projetadas serão localizadas no topo norte do estádio e os campos números 2 e 3 rodarão e passarão a ter a mesma orientação do estádio.

O presidente agradeceu "à Câmara Municipal de Lisboa e à Direção do Património Cultural por entenderem que o Belenenses tem interesse em requalificar toda aquela zona e rentabilizar os espaços para, no futuro, o clube possa ter uma vida financeira mais desafogada. É um plano que está perto de ser aprovado, acredito nisso."

Para finalizar, António Soares, indicou que os terrenos das Salésias não foram hoje abordados "mas é um «dossier» que estamos interessados em reabrir. É vontade construir lá o nosso Centro de Estágio, estamos em grande expansão no que à formação e ao râguebi diz respeito e precisamos de espaço. Além de que é um espaço com significado histórico para o clube e dava-nos muita alegria requalificar aquele espaço que, de momento, está completamente degradado. É um processo mais moroso, até porque, de momento, não são terrenos da câmara de Lisboa, mas sim de uma entidade que gere o património do Estado."
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário