domingo, 21 de outubro de 2012

Futsal: Crónica do Belenenses - AMSAC

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa sénior de futsal do Belenenses venceu ontem a formação do AMSAC por 8-5, em jogo da 2ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão, disputado num Pavilhão Acácio Rosa com uma assistência bastante composta.

O técnico João Freitas Pinto apostou no mesmo cinco inicial da jornada inaugural da competição, com Roger na baliza e com Cautela, Tiago Carvalho, Bruno Pinto e Drula como jogadores de campo.

Foi um encontro bem disputado mas algo incaracterístico, com os jogadores a acusarem alguma ansiedade e a cometerem demasiadas perdas de bola, apesar de não se poder questionar a sua entrega ao jogo.

Foi o Belenenses que inaugurou o marcador, aos 5 minutos, por intermédio de Bruno Pinto, a aproveitar um passe bombeado para surgir nas costas do último jogador adversário e finalizar com êxito.

Reagiu bem a equipa contrária, com Roger a efectuar duas boas intervenções no espaço de um minuto e a ver ainda uma bola bater no poste da sua baliza, não sendo surpresa o empate surgido aos 11 minutos, num autogolo de Bruno Martins na tentativa de interceptar um passe para golo do nosso adversário. Porém, a equipa reagiu bem a esta infelicidade e logo no minuto seguinte, o mesmo Bruno Martins assistiu Leandrinho para o 2-1 no marcador.

Apesar de comandar o marcador, o Belenenses acusava algum nervosismo, cometendo várias perdas de bola no seu meio-campo defensivo, valendo um Roger inspirado na baliza para evitar maiores dissabores.

Aos 17 minutos, novamente Bruno Pinto a receber um passe longo para uma finalização exemplar, com um remate colocado ao segundo poste, a elevar o marcador para 3-1.

O Belenenses apresentava uma melhor eficácia na finalização, diante de um AMSAC mais perdulário, com Drula, aos 19 minutos, na sequência de uma triangulação com Bruno Pinto, a fazer o 4-1, numa das jogadas mais espectaculares do encontro.

O intervalo não chegou sem que a formação de Santo António dos Cavaleiros reduzisse o marcador para 4-2, na marcação de um livre directo, colocando maior justiça no marcador, quando faltavam apenas dois segundos para o final da primeira parte.

No regresso dos balneários, surgiu Marco Mateus na baliza, no lugar de Roger, que efectuou uma boa exibição nos vinte minutos iniciais da partida, sendo fundamental para a vantagem no marcador do Belenenses.

Tal como no início da primeira parte, também os primeiros minutos da segunda parte foram algo incaracterísticos, com muitas perdas de bola e muitos passes errados, com a primeira situação de golo a surgir apenas aos 26 minutos, num remate de Rúben Simões ao poste da baliza contrária, após assistência de Bruno Pinto. Pouco depois, foi a vez de Marco Mateus brilhar com duas intervenções de qualidade a evitar o golo adversário.

Aos 28 minutos, na sequência de um contra-ataque rápido, Leandrinho assistiu Osvaldo para o 5-2 no marcador, que poderia ter colocado um ponto final na incerteza sobre o vencedor da partida, não tivesse a formação do AMSAC reduzido para 5-3, logo no minuto seguinte, na sequência de mais um erro defensivo da nossa equipa.

O alarme soou aos 32 minutos, quando a equipa adversária reduziu para 5-4, na sequência de um remate colocado em jeito, obrigando o técnico João Freitas Pinto a solicitar um tempo de desconto para dar instruções à equipa.

Esse minuto de desconto fez bem à nossa equipa, com os jogadores a regressarem mais concentrados para os minutos finais da partida, com Drula, aos 34 minutos, a abrir o livro, elevando o marcador para 6-4 na execução primorosa de um chapéu ao guarda-redes adversário num local praticamente sem ângulo de remate.

Este golo libertou a nossa equipa, que pouco depois viu Osvaldo desperdiçar um golo feito, após assistência de Drula, com Cautela, aos 36 minutos, a rematar ao poste da baliza contrária.

Com pouco tempo para jogar, a formação contrária apostou no 5x4, reduzindo o marcador para 6-5 aos 38 minutos, num remate colocado de meia-distância, mas o Belenenses respondeu logo na jogada imediata, com Bruno Pinto a finalizar com qualidade, após passe de Drula, fazendo o 7-5 que decidiu o jogo.

O jogo não terminaria, porém, sem o melhor golo do encontro, da autoria de Drula, com um chapéu fantástico, em cima do apito final do árbitro do encontro, para gáudio dos muitos adeptos do Belenenses presentes no Pavilhão Acácio Rosa.

Foi um jogo difícil, perante um adversário bastante lutador, que pressionou sempre no campo inteiro, causando enormes dificuldades na nossa organização de jogo, valorizando dessa forma a nossa vitória, com a nossa equipa a ser mais eficaz na finalização e a demonstrar personalidade sempre que o adversário reduziu o marcador.

O Belenenses alinhou com: Roger (Gr); Cautela, Tiago Carvalho, Bruno Pinto (3 Golos) e Drula (3 Golos).

Jogaram ainda: Marco Mateus (Gr); Rubén Simões, Bruno Martins, Leandrinho (1 Golo), Osvaldo (1 Golo), Zé Daniel e Célio.

Resultado Final:
Belenenses 8-5 AMSAC
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário