terça-feira, 9 de outubro de 2012

Futsal: Juniores somam novo Triunfo

Postado Por: with Sem Comentarios
Realizou-se no Pavilhão Acácio Rosa, o encontro da 4ª Jornada da Divisão de Honra de Juniores da A.F. de Lisboa no qual o Belenenses recebeu a equipa do Casal do Rato tendo alcançado mais um triunfo, desta feita por 6-1.

Normalmente as equipas do Casal do Rato são formadas por bons executantes e são bastante raçudas. A que hoje defrontámos não fugiu à regra e apresentou-se com uma boa dinâmica de jogo e bem trabalhada.

A nossa equipa entrou bem no jogo, jogando um futsal bem trabalhado com rápidas transições e muita posse de bola, pecando apenas no momento da finalização onde estávamos desastrosos.

A prova disso mesmo foi o penalty falhado por Hugo Eduardo quando estavam jogados 6 minutos de jogo, a punir uma mão dentro da área de um jogador visitante, para no minuto seguinte Magina completamente solto ao 2º poste falhar também incrivelmente o golo.

Mas finalmente lá conseguimos inaugurar o marcador por Pauleta a finalizar uma excelente jogada após assistência de Hugo Eduardo.

A nossa equipa não abrandou o ritmo, continuando a tentar furar as linhas defensivas do nosso adversário que continuava muito fechada junto da sua área e a jogar no erro da nossa equipa.

E esse erro surgiu sendo aproveitado pelo nosso adversário para fazer o empate num lance em que um jogador visitante correu com a bola desde a sua área passando por tudo e por todos e fazendo o golo sem hipótese para Sérgio, quando estavam jogados 19 minutos.

A nossa equipa tentou reagir de imediato mas demorou todavia perto de 7 minutos o empate, altura em que Norinha colocou a nossa equipa em vantagem após uma jogada bem construída.

O intervalo chegou com a nossa equipa a vencer por 2-1.

A segunda parte começou com nossa equipa em busca de mais golos e demorou 4 minutos té aparecer o nosso terceiro golo, aproveitando uma bola perdida pela equipa do Casal do Rato para recuperar a bola e Márcio faturar o seu primeiro golo oficial pela nossa equipa.

Passados 2 minutos Nuno Barros marca com a assistência de Pauleta depois de uma jogada de insistência e roubo de bola iniciada pelo nosso capitão. A intensidade de jogo aumentou e o nosso adversário passava por dificuldades que poderiam ter aumentado quando ficou a jogar reduzida a 4 elementos por expulsão do seu nº 10.

Mas apesar da superioridade numérica a nossa equipa não conseguiu marcar. A equipa visitante entretanto atingiu a 5ª falta e nesta altura entrou em ação Diogo Mota, que escolhido para por 2 ocasiões marcar livres de 10 metros não vacilou e elevou o resultado para 6-1.

Em jeito de apreciação final diremos que a nossa equipa parece demasiado ansiosa, dando a sensação de querer resolver as coisas rapidamente. No entanto por vezes a pressa é inimiga da perfeição e a nossa equipa é formada por excelentes executantes com todas as condições para ser mais produtivos.

O destaque da partida vai para Diogo Mota, pela serenidade na marcação dos 2 livres de 10 metros não acusando a pressão, e desferindo duas bombas que não deram a mínima possibilidade de defesa ao guarda redes visitante.

Quanto ao trabalho da equipa de arbitragem situou-se num plano medíocre em especial do 2º árbitro.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário