segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Futsal: Crónica do Belenenses - Albufeira

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa sénior de futsal do Belenenses empatou com a formação do Albufeira Futsal, por 4-4, em jogo da 11ª Jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Série B, disputado no Pavilhão Acácio Rosa com uma assistência reduzida, tendo, apesar do resultado obtido, ascendido à liderança da classificação.

Para este encontro, diante de uma formação experiente e forte fisicamente, o técnico João Freitas Pinto apostou no seguinte cinco inicial: Roger na baliza, Cautela, Tiago Carvalho, Canina e Bruno Pinto como jogadores de campo.

A equipa do Belenenses entrou mal na partida, com pouca velocidade e com pouca acutilância atacante, vendo-se a perder logo aos 2 minutos, na primeira iniciativa da equipa adversária, inaugurando o marcador na recarga a uma defesa incompleta de Roger.

O Belenenses procurou reagir ao golo sofrido, mas continuou sem conseguir colocar velocidade no jogo, perante um adversário a jogar pela certa, fazendo poucas saídas para o ataque, mas quase sempre perigosas, aproveitando algumas desatenções defensivas da nossa equipa, tendo elevado para 0-2 aos 8 minutos, num lance de belo efeito mas algo consentido.

A perder por 0-2 aos 8 minutos, o técnico João Freitas Pinto solicitou de imediato um tempo de desconto, que surtiu efeito, pois ainda no minuto 8 do encontro, o Belenenses reduziu para 1-2 na sequência de uma excelente jogada individual de Bruno Martins, que depois de passar por dois adversários rematou colocado à saída do guarda-redes contrário.

O golo do Belenenses teve o efeito de espevitar um pouco mais o encontro, com a nossa equipa a dispor de algumas situações de golo, sem no entanto conseguir concretizar esses lances.

Aos 18 minutos aconteceu o lance que marcou o encontro, com o guarda-redes Roger a ser admoestado com um cartão amarelo, por protestar uma decisão da equipa de arbitragem, tendo sido imediatamente admoestado com novo cartão amarelo, por alegadamente não ter mostrado o número da sua camisola, vendo o respectivo cartão vermelho, e colocando a nossa equipa a jogar com menos um elemento por dois minutos.

Já com Vando na nossa baliza, a formação algarvia aproveitou a superioridade numérica em campo, para fazendo uma boa circulação de bola, elevar o marcador para 1-3, aos 19 minutos, num remate cruzado bastante colocado.

Antes da primeira parte terminar, foi a vez de um atleta do Albufeira Futsal ver também o segundo amarelo na partida, e respectivo cartão vermelho, dispondo o Belenenses de superioridade numérica durante dois minutos, não tendo conseguido concretizar nos poucos segundos que faltavam para finalizar a primeira parte.

A perder por 1-3 ao intervalo, a nossa equipa regresso dos balneários transfigurada, para melhor, aumentando a pressão sobre o adversário e acelerando o ritmo do jogo, tendo no minuto e meio inicial, ainda com superioridade numérica, desperdiçado inúmeras ocasiões de golo, num misto de tiro ao boneco e de infelicidade na finalização, com destaque para uma emenda de Bruno Martins ao poste, a escassos centímetros da linha de baliza adversária.

A forte pressão da nossa equipa surtiu efeito aos 23 minutos, com Osvaldo a reduzir para 2-3, com um remate colocado ao primeiro poste, aumentando desta forma a pressão sobre a equipa adversária, cada vez a jogar mais recuada. Tempo então do guarda-redes adversário brilhar, com várias intervenções de grande qualidade, evitando o golo da nossa equipa por diversas ocasiões, o que só viria a acontecer aos 27 minutos, quando Leandro surgiu solto, em boa posição, para rematar colocado, fora da acção do guarda-redes contrário, empatando a partida a três golos.

O Belenenses continuava a encostar o adversário junto da sua área, pressionando em busca do golo que nos desse vantagem no marcador, mas os minutos passavam sem que tal acontecesse, possibilitando inclusive que o adversário explorasse o contra-ataque em algumas situações, valendo algumas intervenções de grande qualidade de Vando para evitar o golo adversário.

Quando se esperava o golo da nossa equipa, surgiu um passe longo para as costas do último jogador, isolando um adversário que rematou forte para nova intervenção salvadora de Vando, que não impediu, porém, o golo na recarga ao primeiro remate, colocando-se a formação do Albufeira novamente na frente do marcador, por 3-4, cumpridos 34 minutos.

Ainda no minuto 34, novamente Bruno Martins a rematar ao poste da baliza contrária, tendo nos minutos seguintes a equipa desperdiçado inúmeras situações de golo, passando a actuar em 5x4 a partir dos 36 minutos.

Foi então tempo da sorte nos sorrir, quando numa recuperação de bola, a equipa adversária rematou da sua área para a nossa baliza deserta, com a bola a embater fortuitamente no poste, evitando desse modo o avolumar do resultado.

O massacre da nossa equipa nos derradeiros minutos surtiu efeito apenas aos 39 minutos, quando Bruno Pinto empatou a partida, com um remate forte de fora da área, colocando o resultado final em 4-4, trazendo alguma justiça ao marcador, apesar de, pelas inúmeras ocasiões de golo desperdiçadas na segunda parte, a nossa equipa poderia e deveria ter vencido este encontro.

Já depois do apito final do encontro, Cautela foi admoestado com um cartão amarelo, que sendo o segundo, se traduziu na sua expulsão, não podendo, deste modo, tal como Roger, alinhar nas próximas partidas.

Destaque final para a excelente exibição de Vando e para o facto de, apesar do resultado obtido, a nossa equipa ter ascendido à liderança do campeonato, com 25 pontos, tantos com o segundo classificado, a formação da Quinta dos Lombos, sendo que no próximo sábado, as duas equipas vão-se defrontar, pelas 21h00, num duelo pela liderança isolada da competição.

Belenenses: Roger (Gr); Cautela, Tiago Carvalho, Bruno Pinto (1 Golo) e Canina.
Jogaram ainda: Vando (Gr); Osvaldo (1 Golo), Bruno Martins (1 Golo), Leandro (1 Golo), Drula e Zé Daniel.

Resultado Final:
Belenenses 4 - 4 Albufeira Futsal
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário