segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Futsal: Crónica do Vinhais - Belenenses

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa sénior de futsal do Belenenses conquistou uma preciosa vitória no recinto da formação de Os Vinhais por 4-3, em jogo da 10ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Série B, disputado no Pavilhão do Vinhais, no Bairro Além das Vinhas – S. Domingos de Rana, dando uma excelente resposta após a derrota na jornada anterior.

Para esta difícil partida, disputada num recinto com um piso bastante complicado, o técnico João Freitas Pinto escolheu o seguinte cinco inicial: Roger na baliza; Cautela, Canina, Bruno Pinto e Zé Daniel como jogadores de campo.

O Belenenses entrou bem na partida, com Zé Daniel a rematar forte ao poste da baliza contrária logo aos 2 minutos, na marcação de um livre. A equipa da casa aos pouco foi controlando a partida, obrigando Roger a algumas intervenções de grande qualidade para evitar o golo da equipa adversária, sendo que, aos 11 minutos, a equipa do Belenenses averbou a quinta falta, com bastante tempo de jogo por disputar.

Aos 11 minutos, Cautela recuperou uma bola, apanhando a equipa contrária em contrapé, colocou a bola em Drula que assistiu Bruno Pinto para o golo inaugural da partida, com um remate colocado à saída do guarda-redes adversário.

Pouco depois, aos 13 minutos, numa fase em que o Belenenses controlava o encontro, a nossa equipa cometeu a sexta falta, que levou a equipa contrária para a marcação de um livre de 10 metros, que Marco Mateus defendeu com grande mestria.

Assistiu-se então a uns minutos finais da primeira parte com o jogo dividido, com oportunidades de parte a parte, sem grande organização de jogo das duas equipas, com Roger a evitar o golo adversário, aos 14 minutos, com mais uma excelente defesa, dispondo a formação do Vinhais de mais uma excelente ocasião de golo, aos 18 minutos, com uma emenda em cima da baliza a bater estrondosamente no poste da baliza de Roger.

Até final da primeira parte, foi o Belenenses que esteve perto de ampliar o marcador, primeiro por Drula, com uma emenda de cabeça, e depois por Bruno Pinto, após assistência de Cautela, mas o resultado não sofreu alterações até ao intervalo.

No regresso dos balneários, o técnico João Freitas Pinto apostou em Roger na baliza; Cautela, Canina, Drula e Zé Daniel como jogadores de campo, sendo que os minutos iniciais trouxeram um jogo muito partido, bastante aberto de parte a parte, podendo o golo aparecer em qualquer momento para qualquer dos lados.

Este jogo partido interessava mais à formação da casa, pelo que, não foi surpresa que tenha chegado ao empate aos 25 minutos, na sequência de remate cruzado que sofreu uma emenda certeira ao segundo poste.

O Belenenses acusou o golo de empate, e pouco depois, poderia ter sofrido o segundo golo, com um remate que bateu na barra da baliza de Roger, tendo a bola caído em cima da linha de golo, para ainda no mesmo minuto, Roger ter efectuado duas defesas fantásticas a remates de longa distância, que evitaram o golo do adversário.

No entanto, a nossa equipa também procurava o golo, e Bruno Pinto, aos 27 minutos, obrigou o guarda-redes adversário a uma excelente defesa, evitando o segundo golo da nossa equipa.

Aos 29 minutos, um segundo cartão amarelo a um jogador adversário ditou o respectivo cartão vermelho, dispondo o Belenenses de dois minutos a jogar em 4x3, tendo Zé Daniel colocado o Belenenses a vencer, com uma emenda ao segundo poste após passe de Bruno Pinto, estavam decorridos 30 minutos de jogo. A vantagem da nossa equipa durou pouco, pois ainda no mesmo minuto, a formação da casa chegou novamente ao empate, a dois golos, na sequência de uma excelente iniciativa individual.

Tempo então de a nossa equipa puxar de todas as forças, de arregaçar as mangas e de procurar o golo com afinco e determinação, tendo Bruno Pinto estado muito perto do golo, aos 33 minutos, na sequência de um livre indirecto.

Golo esse que chegaria aos 36 minutos, por intermédio de Tiago Carvalho, com um remate forte de meia-distância, sem hipótese de defesa para a equipa contrária, para gáudio dos adeptos do Belenenses presentes na bancada.

A partir desse momento só deu Belenenses, perante um adversário bastante forte, que apenas quebrou nos minutos finais, estando Osvaldo muito perto do quarto golo, com mais um remate ao poste da baliza contrária.

Aos 38 minutos, Canina elevou para 2-4, pondo um ponto final na indecisão sobre o vencedor do encontro, tendo o mesmo Canina, ainda no minuto 38, rematado novamente ao poste da baliza adversária, desperdiçando uma soberana hipótese de elevar o marcador.

No minuto final do encontro, com o jogo já decidido, o técnico João Pinto optou por fazer a posse de bola com guarda-redes avançado, procurando com o 5x4 controlar o minuto final, mas uma perda de bola possibilitou ao guarda-redes adversário reduzir o marcador para 3-4, com um remate de baliza à baliza, sem ninguém para evitar esse golo desnecessário.

Com este resultado, a nossa equipa retoma o caminho das vitórias, recolocando-se na liderança do campeonato, a par da formação do Loures, com 24 pontos, sendo estas equipas perseguidas pela formação da Quinta dos Lombos, que ocupa a terceira posição, com 22 pontos.

Belenenses: Roger (Gr); Cautela, Canina (1 Golo), Bruno Pinto (1) e Zé Daniel (1).
Jogaram ainda: Marco Mateus (Gr); Drula, Tiago Carvalho (1), Osvaldo, Bruno Martins e Leandro.

Resultado Final:
Vinhais 3 - 4 Belenenses
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário