segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Futsal: Crónica do Belenenses - Rangel

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa de futsal do Belenenses derrotou a formação do Desportivo Operário Rangel por 5-4, em jogo da 14ª jornada (a primeira da segunda volta) do Campeonato Nacional da II Divisão – Série B, disputado no Pavilhão Acácio Rosa, num jogo equilibrado e apenas decidido nos minutos finais, mantendo desta forma a liderança da competição, apesar de ter um encontro em atraso.

A nossa equipa entrou no encontro com um ritmo baixo, controlando a posse de bola, mas sem velocidade para criar desequilíbrios no ataque, perante um adversário fechado na sua área, mas com boa atitude defensiva, saindo para o contra-ataque, sempre que possível, de forma perigosa, com Vando a evitar o golo do adversário com algumas intervenções de qualidade.

O Belenenses inaugurou o marcador aos 17 minutos, por intermédio de Zé Daniel, com uma emenda oportuna a uma assistência de Leandro, numa das poucas ocasiões em que a nossa equipa conseguiu fazer pressão alta, roubando a bola ao adversário no seu meio-campo, possibilitando um contra-ataque perigoso e eficaz.

Durou pouco a vantagem da nossa equipa, pois logo no minuto seguinte, num lance perfeitamente inofensivo, uma tentativa de desarme resultou num infeliz autogolo, sem hipótese de defesa para o nosso guarda-redes.

Para tornar a situação ainda mais infeliz, a formação adversária chegou ao segundo golo, no minuto 19, num novo autogolo de um atleta nosso, na tentativa de desviar um remate de fora de área, traindo Vando.

Quando se esperava o final da primeira parte, com apenas quatro segundos por jogar, o Belenenses beneficiou de um livre de 10 metros, por falta cometida sobre Bruno Martins, mas Cautela, chamado a converter, possibilitou a defesa ao guarda-redes adversário.

O intervalo chegou com o Belenenses a perder por 1-2, com uma exibição cinzenta, penalizada com dois autogolos bastante infelizes.

No regresso para a segunda parte, o técnico João Freitas Pinto apostou em Vando para a baliza, Cautela, Tiago Carvalho, Bruno Pinto e Bruno Martins como jogadores de campo.

A nossa equipa, como já tem sido hábito nos últimos jogos, regressou para a segunda parte mais confiante, mais forte e com mais velocidade, tendo desperdiçado uma ocasião soberana para empatar o encontro logo aos 22 minutos, quando Bruno Martins falhou uma emenda para golo a menos de meio metro da linha de golo.

Para piorar a situação, no minuto seguinte, na sequência de mais um contra-ataque, Cautela colocou mão na bola em cima da linha de golo, tendo visto o cartão vermelho, com a equipa do Desportivo Operário Rangel a beneficiar da respectiva grande penalidade. Vando ainda efectuou uma brilhante defesa, mas a equipa adversária ampliou o marcador para 1-3 na recarga ao primeiro remate.

Temeu-se o pior, mas a nossa equipa não baixou os braços e aos 24 minutos reduziu para 2-3 por intermédio de Bruno Pinto, numa emenda ao segundo poste após assistência de Bruno Martins, devolvendo a esperança na reviravolta no marcador.

Aos 29 minutos, o Belenenses chegou ao empate, por intermédio de Osvaldo, após um roubo de bola de Bruno Martins.

Estava feito o mais difícil, mas aos 33 minutos o Belenenses cometeu a quinta falta, vendo-se obrigado a defender com menos agressividade, perante um adversário cada vez mais fechado na sua área, mas nunca deixando de explorar algumas saídas rápidas.

Aos 34 minutos, a formação do Rangel beneficiou de um livre de 10 metros, num lance algo duvidoso, mas tal como o Belenenses na primeira parte, também desperdiçou esta oportunidade, rematando ao lado da baliza de Vando.

No entanto, ainda no minuto 34, a formação adversária chegou ao 3-4, na marcação de um livre directo, num lance algo permissivo da nossa equipa. Tempo então do nosso técnico apostar no 5x4, a partir dos 37 minutos, tendo Bruno Martins empatado o jogo a quatro golos, logo na primeira jogada em superioridade numérica, com uma emenda em cima da baliza, após assistência de Bruno Pinto.

Na jogada seguinte, ainda no minuto 37, o Belenenses chegou finalmente à vantagem no marcador, fazendo o 5-4 por intermédio de Osvaldo, num lance eficaz, fazendo explodir de alegria os adeptos presentes nas bancadas do Pavilhão Acácio Rosa.

Até final do jogo, foi a vez do nosso adversário jogar com guarda-redes adversário, na procura do empate, com Vando a brilhar por duas vezes, primeiro com uma defesa importante, a evitar o empate, e pouco depois com um remate de baliza a baliza, com a bola a bater, com infelicidade, no poste da baliza adversário totalmente deserta.

O jogo terminou pouco depois, com o Belenenses a festejar uma vitória suada, fruto de alguma infelicidade nos golos sofridos, mas também por mérito da formação adversária, que vendeu cara a derrota, mostrando mais qualidade do que a sua classificação na tabela pode antever.

Com esta vitória, a nossa equipa manteve a liderança na classificação, com 19 pontos, tantos quanto a formação da Quinta dos Lombos, tendo no entanto um jogo em atraso, diante da formação do Amarense, que se realizará no próximo Sábado, pelas 15h00 no Pavilhão Acácio Rosa.

Belenenses: Vando (Gr); Cautela, Leandro, Zé Daniel (1 Golo) e Bruno Martins (1 Golo).
Jogaram ainda: Osvaldo (2 Golos), Bruno Pinto (1 Golo), Canina e Tiago Carvalho.

Resultado Final:
Belenenses 5 - 4 Rangel
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário