sexta-feira, 1 de março de 2013

Coordenador Admar Hipólito em entrevista

Postado Por: with Sem Comentarios
Fomos conhecer Admar Hipólito, o novo Coordenador do Futebol Juvenil do Belenenses, hoje em dia de grande entrevista. A importância da formação para a viabilidade económica do Clube, o anúncio do relançamento de uma equipa "B" dos juvenis para a próxima época, enquanto que uma análoga para os séniores não deverá ser tão fácil, foram alguns dos temas abordados.

Esta entrevista data de 21 de Fevereiro. Pedimos-lhe uma apresentação: quem é Admar Hipólito e por onde andou até chegar primeiro, a Director Técnico, e agora, cumulativamente, a Coordenador do Futebol Juvenil do Belenenses? 
No futebol já percorri praticamente todas as componentes, desde jogador a dirigente associativo. Nos últimos anos trabalhei no Atlético como Director Desportivo, sendo responsável por todo o futebol do Clube, desde as escolas até aos séniores.

Quais as funções de um Coordenador do Futebol Juvenil? 
Um Coordenador não é mais do que um regulador e dinamizador de todo o processo de formação. Os objectivos principais, e que eu entendo serem de extrema importância, são os da excelência futebolística, social e cultural. Pretende-se a formação integral dos nossos jogadores, tanto como praticantes como futuros Homens do amanhã.

Ao cabo deste primeiro mês, quais diria serem os pontos fortes do Futebol Juvenil do Belenenses, que se impõem manter? 
O Belenenses é um histórico do futebol português que temos de fazer regressar à ribalta dos grandes palcos, um lugar que é seu por direito próprio. Refiro-me não apenas à formação, como ao futebol profissional, onde se está a desenvolver um trabalho de grande mérito.

Um tema algo recorrente prende-se com o estado do relvado do campo nº 2, resultante em parte do mau tempo, e em parte pela sua elevada taxa de ocupação. Com os actuais recursos do Clube, vê alguma forma de minimizar esta situação? 
Neste momento, o campo nº 2 está sujeito a obras de melhoramento e deverá ficar disponível no final do mês de Fevereiro. A sua gestão deverá ser bem executada, de forma a tirarmos o melhor aproveitamento dele.

A concretizar-se um novo espaço de treino para as equipas de rugby, mais a introdução de um piso sintético no "maracanazinho" e a devolução das Salésias ao Belenenses, considera que este aumento de recursos seria suficiente para proporcionar condições de trabalho que se possam classificar de ideais? 
Só poderemos ser melhores com infra-estruturas condizentes.

Sobre a actual lei das transferências, diria constituir uma defesa na medida justa dos direitos de formação dos clubes, ou discorda? 
Se me questiona sobre a libertação dos jovens no final da época sem carta de desvinculação, estou de acordo. Quanto à compensação pela formação quando eles assinam o primeiro contrato profissional antes dos 23 anos, aí também estou de acordo. Estas são mais duas razões para nos motivar a trabalhar melhor na formação.

Considera possível recuperar já para a próxima época a equipa "B" de juvenis?
Sim. Está assente que haverá uma equipa de juvenis "B" para a próxima época.

E quanto à equipa "B" de juniores, é uma aposta para manter? 
Penso que não se justifica.

Uma vez terminada a formação, o Departamento continua a apoiar os jovens que pretendam seguir uma carreira futebolística? 
Dentro das nossas possibilidades, também queremos apoiar os jovens que saem da formação.

Entrevista Completa:
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário