quarta-feira, 13 de março de 2013

Futsal: Superiores em todos aspetos da partida

Postado Por: with Sem Comentarios
Realizou-se no Pavilhão Acácio Rosa o encontro da 25ª Jornada da Divisão de Honra de Juniores da A.F. de Lisboa, jogo que colocou em confronto 2 das melhores equipas da prova no qual a nossa equipa alcançou um triunfo justíssimo por 9-5 frente ao conjunto dos Leões de Porto Salvo.

Perante uma boa assistência para um jogo do campeonato de juniores a nossa equipa deu um autêntico recital de futsal, tendo como maestro de uma orquestra muito bem afinada Pauleta.

Depois da vitória da passada semana frente ao Sporting, estávamos curiosos para ver qual a atitude e a maneira como os nossos jovens iriam encarar esta partida frente a mais um rival e no 3º jogo do tal ciclo complicado de 4 partidas que fecham este campeonato.

Entrámos muito bem na partida e logo no primeiro minuto beneficiámos de uma infração do guarda-redes visitante que defendeu fora da sua área com as mãos. O árbitro Paulo Teixeira mostrou o cartão vermelho que obrigou a equipa dos Leões a jogar com menos um jogador tendo a nossa equipa aproveitado para fazer o primeiro golo pelo nosso capitão Nuno Barros quando iam decorridos 2 minutos.

Estava a ser uma partida jogada com bastante intensidade, com transições ofensivas bastante rápidas de parte a parte, numa jogada bastante bem conseguida pela nossa equipa um jogador do Porto Salvo acaba por fazer um auto golo colocando o marcador em 2-0 quando estavam jogados 7 minutos.

A equipa da linha começou a assentar o seu jogo e viria a marcar aos 8 minutos num remate forte sem hipótese para o nosso guarda-redes Sérgio, mas com alguma falta de atenção da nossa defesa.

Numa transição ofensiva dos Leões e depois de um remate do jogador visitante a bola tabela em Nuno Barros e trai o nosso guarda-redes empatando a partida quando iam decorridos 13 minutos.

A nossa equipa não se perturbou e continuando a jogar com uma dinâmica avassaladora que obrigava a equipa dos Leões a defender na sua área.

Antes do intervalo ainda tivemos algumas ocasiões para ir para o descanso em vantagem, como por exemplo um remate ao poste de Norinha e algumas jogadas de superioridade numérica falhadas na cara do guarda-redes contrário.

Veio o descanso e o empate até se poderia aceitar face ao que as duas equipas produziram mas sem dúvida que a nossa equipa estava a ser melhor que a dos Leões de Porto Salvo.

Para a segunda metade estava guardado o melhor, se na primeira parte jogámos bem com uma boa réplica da equipa dos Leões, na segunda parte foi um autêntico recital dado pela nossa equipa com o nosso jogador Pauleta a fazer um póquer e a partir por completo a sua antiga equipa.

Só deu Belenenses na segunda parte, os visitantes quebraram fisicamente e não acreditavam no que lhes estava a acontecer, foi um autêntico vendaval.

O destaque da partida como é óbvio vai para Pauleta, já que não é em todos os jogos que se marcam 4 golos.

Parabéns a toda equipa, pensamos e temos quase a certeza de que vamos fazer uma boa campanha na Taça Nacional se continuarmos a ter humildade determinação e o querer e também o apoio que todos os familiares, sócios e adeptos do Belenenses.

A arbitragem esteve bem no aspeto técnico mas no capítulo disciplinar teve alguns excessos na mostragem dos cartões.

Belenenses: Sérgio (Gr), Nuno Barros (1 Golo), Hugo Eduardo (2), Pauleta (4) e João Marques (1)
Jogaram ainda: Norinha, Gui, David, Noddy e Mota

Treinador: Carlos Teixeira.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário