domingo, 19 de maio de 2013

Belenenses fecha época com triunfo sobre o Freamunde

Postado Por: with Sem Comentarios
O Belenenses recebeu e venceu ontem o Freamunde por 2-1 em jogo da 42ª. jornada da Segunda Liga, disputado no Restelo, em Lisboa.

Um Belenenses em ''velocidade de cruzeiro'' fechou ontem uma época de sucesso, com mais um triunfo na II Liga de futebol, desta vez sobre o já despromovido Freamunde (2-1), em jogo da 42.ª e última jornada.

O 29.º triunfo do líder, que jogou cerca de 20 minutos reduzido a 10, por expulsão de Tiago Caeiro, começou a ser desenhado aos cinco minutos, numa grande penalidade apontada por Desmarets, e que seria dilatada aos 76 minutos, num grande golo de Fredy, de nada valendo o tento de Coelho, aos 84 minutos, também da marca de penalti.

A vitória veio abrilhantar ainda mais o dia de festa que se viveu no Restelo e que teve como ponto alto a entrega da taça de campeão da II Liga à formação de Belém, que está de volta ao convívio entre os ''grandes'' do futebol português.

No entanto, a partida que encerrou a época no Restelo esteve longe de ser um ''regalo'' para os olhos de quem lá esteve, com um Belenenses em ''modo económico'' e um Freamunde a dar pouquíssima réplica ao campeão.

Perante um adversário bastante frágil, os ''azuis'' cedo impuseram o seu jogo e adiantaram-se no marcador, por intermédio de Desmarets, que não deu qualquer hipótese a Peter Rusina, na conversão de um castigo máximo.

De resto, não fossem duas intervenções de grande nível do guardião eslovaco, a negar as intenções a Fredy e Arsénio, e o Belenenses poderia ter saído para o intervalo com o jogo resolvido, ainda para mais quando a única tentativa de remate dos capões surgiu apenas à beira do descanso.

Ainda que a vantagem nunca tenha estado em perigo, a formação da casa percebeu que o segundo golo poderia serenar os ânimos, mas só à entrada para o último quarto de hora o Belenenses conseguiu aumentar o ''placar'', num grande golo de Fredy, antes de Coelho reduzir para os ''capões''.

O fecho de época no Restelo apenas ficaria ''manchado'' pela expulsão de Tiago Caeiro, três minutos após entrar em campo, em contraste com as estreias dos jovens Rafael Veloso e Daniel Martins, que receberam um ''brinde'' de Van der Gaag e também inscreveram o seu nome na lista dos campeões.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário