terça-feira, 7 de maio de 2013

Futsal: Crónica do Albufeira - Belenenses

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa de futsal do Belenenses venceu a formação do Albufeira Futsal, por 2-4, em jogo da 24ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Série B, disputado no Pavilhão Municipal de Albufeira, alcançando deste modo o seu grande objectivo para esta época, ao conquistar o primeiro lugar na classificação e a respectiva subida de divisão, quando ainda faltam disputar duas jornadas.

A primeira parte do encontro foi muito disputada, com muito contacto físico, com a equipa da casa a procurar evitar que o Belenenses fizesse a festa da subida no seu recinto, mas sem grandes lances de perigo de parte a parte, com o primeiro remate com relativo perigo a surgir apenas aos 8 minutos, para a equipa da casa.

Bruno Martins reagiu no minuto seguinte com um excelente trabalho individual, tirando um adversário do caminho e rematando forte, ligeiramente ao lado da baliza contrária.

O primeiro golo da partida surgiu aos 12 minutos, pouco depois de Roger brilhar com uma excelente intervenção. A equipa da casa, na marcação de um pontapé de canto, inaugurou o marcador, num remate colocado ao primeiro poste, que apanhou a nossa equipa desatenta.

No minuto seguinte, o Belenenses atingiu a quinta falta, colocando-se numa situação mais desconfortável nas acções defensivas, sendo que era notório alguma dualidade de critérios no assinalar de faltas, com a equipa de arbitragem a permitir à equipa da casa mais contacto físico do que ao Belenenses.

Ainda no minuto 13, uma iniciativa individual de Leandro culminou com um derrube na área contrária, com a dupla de arbitragem a assinalar a respectiva grande penalidade. Chamado a converter, Tiago Carvalho não desperdiçou, empatando o encontro, com um remate forte e colocado, fora do alcance do guarda-redes contrário.

O encontro manteve o mesmo cariz até perto do intervalo, muito disputado, com muito músculo mas sem jogadas de perigo, até que, aos 18 minutos, num lance inofensivo, o Belenenses cometeu a sexta falta, levando a equipa do Albufeira Futsal para a marcação de um livre de 10 metros, que Vando (que rendeu Roger para a defesa deste lance) não conseguiu evitar, colocando-se a equipa da casa novamente em vantagem no marcador.

Para piorar a situação, no derradeiro minuto da primeira parte, nova falta cometida pela nossa equipa, a levar novamente o adversário para a marcação de um livre de 10 metros, mas Vando desta vez defendeu de forma exemplar, evitando que a nossa equipa fosse para os balneários com uma desvantagem maior no marcador.

O resultado de 2-1 favorável à equipa da casa na saída para os balneários penalizava a nossa equipa, que realizou uma primeira parte abaixo do esperado, não se adaptando ao futsal físico e musculado do adversário, sendo no entanto expectável que a equipa da casa não conseguisse aguentar o mesmo ritmo na segunda parte, o que veio a acontecer.

Na realidade o Belenenses regressou muito mais forte para a segunda parte, aumentando a velocidade de execução para fugir ao contacto físico do adversário e para criar desequilíbrios, com Tiago Carvalho primeiro, e Canina depois, a estarem muito perto do golo ainda no primeiro minuto da segunda parte.

No entanto, não foi preciso esperar muito pelo golo de empate, pois o mesmo Tiago Carvalho, aos 22 minutos, restabeleceu a igualdade, com um remate forte e colocado, de fora da área, sem hipóteses para o guarda-redes contrário.

Na segunda parte só deu Belenenses, e Leandro, aos 25 minutos, isolou-se e rematou colocado, para boa intervenção do guarda-redes contrário, desperdiçando uma boa situação de golo.

Pouco depois, aos 28 minutos, uma excelente jogada colectiva culminou com uma assistência para o segundo poste onde surgiu Bruno Pinto totalmente solto a desperdiçar a emenda para o fundo da baliza contrária, adiando o esperado golo do Belenenses.

A equipa da casa, bastante debilitada fisicamente na segunda parte, sentia cada vez mais dificuldade para travar a nossa equipa, sendo simultaneamente pouco eficaz nas saídas para o ataque.

A pressão do Belenenses aumentava a cada minuto, e depois de Tiago Carvalho estar novamente muito perto do golo, aos 31 minutos, foi a vez do jovem júnior Pauleta desperdiçar uma excelente situação de golo, no minuto seguinte.

Porém, ainda no minuto 32, uma recuperação de bola de Pauleta no seu meio-campo resultou numa transição rápida, com Pauleta a tabelar com Bruno Martins, concluindo o lance com eficácia na área contrária, para gáudio dos muitos adeptos do Belenenses presentes no Pavilhão, que explodiram de alegria com o golo do nosso jovem atleta, colocando a nossa equipa, pela primeira vez, na frente do marcador.

Começava então a surgir as primeiras notícias nas bancadas em relação aos resultados da jornada 24, sendo cada vez mais certa a subida de divisão da nossa equipa independente do resultado do encontro, notando-se porém uma grande vontade da equipa em conquistar os três pontos em disputa para celebrar a promoção com chave de ouro.

Com pouco mais de sete minutos por jogar, o Belenenses controlava cada vez mais o encontro, defendendo com concentração e eficácia, não permitindo à formação da casa reagir à desvantagem no marcador.

Até final do encontro, já com a bancada do Pavilhão Municipal de Albufeira em festa, destaque apenas para o facto da equipa da casa não ter apostado no 5x4, mesmo após um time-out solicitado, e para a quinta falta cometida pela formação do Albufeira Futsal, estavam decorridos 38 minutos de jogo.

Pouco depois, aos 39 minutos, nova falta cometida pela equipa da casa, levou o Belenenses para a marcação de um livre de 10 metros, que Bruno Pinto marcou de forma exemplar, elevando o marcador para 4-2 favorável à nossa equipa.

O encontro terminou pouco depois, com o grupo de trabalho a finalmente poder acompanhar os adeptos presentes na bancada nos festejos de uma subida de divisão bastante merecida, mas difícil de concretizar, premiando aqueles que tudo apostaram neste objectivo, mesmo com uma redução enorme de orçamento e recrutando jovens atletas desconhecidos, oriundos de escalões secundários da modalidade, mas com carácter, vontade de vencer e grande margem de progressão.

Estamos de volta à I Divisão. O nosso agradecimento a todos os que nos apoiaram ao longo da época. Somos o Futsal do Belenenses!

Belenenses: Roger (Gr); Cautela, Canina, Tiago Carvalho (2 Golos) e Drula.
Jogaram ainda: Zé Daniel, Leandro, Bruno Pinto (1), Bruno Martins, Pauleta (1) e Vando (Gr). Não foi utilizado: Osvaldo.

Resultado Final:
Albufeira Futsal 2 – 4 Belenenses
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário