sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Juvenis: Ricardo Manuel em entrevista

Postado Por: with Sem Comentarios
Fomos conhecer Ricardo Manuel, líder da equipa técnica dos juvenis do Belenenses, de 32 anos, Nível II de Treinador, Licenciado em Desporto e Mestre em Educação Física, hoje em dia de grande entrevista.

Temos como objectivo dar a conhecer a pessoa e o treinador. Começando por uma biografia no mundo do futebol, fale-nos do seu percurso, desde o início. Começou como jogador? Se sim, por onde passou?
Tive uma passagem como jogador, mas apenas ao nível dos escalões de formação. Iniciei nos infantis do Almada, de onde me transferi para o Sport Lisboa e Benfica, onde fiz dois anos como iniciado. Depois passei pelo Belenenses, representando o Clube nos escalões de juvenis e juniores. Na passagem a sénior, aí optei por uma maior dedicação aos estudos.

Como foi a entrada no mundo dos treinadores?
Efectuei um estágio curricular, no âmbito da licenciatura pela Escola Superior de Desporto de Rio Maior, no escalão de infantis do Sport Lisboa e Benfica, como treinador adjunto.

Teve alguém que o tenha motivado a abraçar essa carreira, pelo exemplo, ou incentivado nesse sentido?
Não destaco ninguém em particular. Fui apenas motivado pelo gosto e paixão que tenho pelo jogo, e também pela curta experiência enquanto jogador.

Que equipas orientou até chegar ao Belenenses?
Antes do Belenenses estive no Sport Lisboa e Benfica, entre 2004 e 2011. Em 2011/2012 representei o Real Sport Clube.

E como se proporcionou a sua entrada no Clube?
Foi pelo antigo Coordenador da Escola de Formação do Clube, que me convidou a orientar os infantis "A".

Isso foi portanto o ano passado. Que tal lhe correu a época?
Foi algo de marcante a todos os níveis, com momentos intensos e únicos.

Dentro das pessoas (treinadores, jogadores ou outros) pelas quais se cruzou, tem alguém que gostasse de recordar em especial e porquê?
Destaco todos os jogadores que tive o prazer de ajudar a evoluir. Orgulho-me de poder dizer que mantenho ligação com a grande maioria deles, independentemente do sucesso que tiveram ou estão a ter no futebol. Acima de tudo, sinto-me honrado por verificar que são todos grandes Homens no presente.

Como treinador, tem alguma época mais especial que gostasse de destacar?
Não me canso de destacar a época passada. Traçámos desde início um objectivo ambicioso, o de colocar os infantis "A" do Belenenses nos dois primeiros lugares do Campeonato, mesmo sabendo que tal nunca tinha sido alcançado. Pelo desafio que foi, dificuldades que ultrapassámos e evolução conseguida, terminando vice-campeões, foi realmente uma época intensa e marcante.

E um jogo mais marcante?
Para mim, marcantes foram todos os jogos em que me apercebi no final de que tinha errado, porque são esses que me dão bases para aprender.

Em termos de futuro, até onde ambiciona chegar?
Sou ambicioso e exigente comigo próprio, mas apenas traço objectivos a curto/médio prazo. Neste momento só ambiciono o melhor para este grupo e para o Clube.

No imediato, temos o Nacional de Juvenis à porta. O que se poderá esperar do Belenenses este ano?
Independentemente dos resultados desportivos, espero dar uma boa imagem do Clube, mostrando uma equipa organizada, com método e qualidade nas suas acções, e com margem de evolução. Foi um grupo construído de raiz, será um desafio enorme, mas queremos que este chegue ao final com uma noção clara da responsabilidade que é representar um Clube desta dimensão.

Fora disto, desenvolve alguma outra actividade profissional? Qual?
Sou professor de Educação Física.

Como se descreveria a si próprio, como pessoa?
Ambicioso e exigente, com muita motivação para enfrentar os desafios que aparecem na vida.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário