domingo, 18 de agosto de 2013

Rio Ave estreia-se com triunfo sobre o Belenenses

Postado Por: with Sem Comentarios
Foto: David Marques

O Rio Ave entrou hoje da melhor forma na edição 2013/2014 da I Liga de futebol, ao vencer no terreno do regressado Belenenses por esclarecedores 3-0, em jogo da ronda inaugural da prova.

No regresso ao primeiro escalão, depois de três anos de calvário na II Liga, os ''azuis'' não tiveram a desejada estreia e viram Braga (quatro minutos), Rodríguez (56) e Del Valle (89) construírem o primeiro triunfo dos vila-condenses.

Para o arranque na I Liga, Van der Gaag deu primazia à estabilidade da equipa, tendo lançado apenas dois reforços no ''onze'' (Paulo Jorge e Danielsson), à semelhança do que sucedeu do lado oposto, com Salin e Wakaso a apresentarem-se como novidades na formação orientada por Nuno Espírito Santo.

Essa seria, de resto, uma das mais-valias dos vila-condenses, que surgiram com processos de jogo consolidados, não permitindo grandes oportunidades de sucesso ao conjunto de Belém, e aproveitando, ao mesmo tempo, as veleidades defensivas do adversário, nomeadamente nas laterais.

Contudo, foi o Belenenses a entrar de ''rompante'' na partida e, logo ao segundo minuto, poderia ter inaugurado o marcador, não fosse um corte preponderante de Edimar, em cima da linha de baliza, depois de um alívio defeituoso de Rodríguez.

Ainda os adeptos se recompunham daquela oportunidade perdida e já o Rio Ave se colocava na frente, por intermédio de Braga, que beneficiou da total apatia do flanco direito ''azul'' para entrar na área e bater Matt Jones.

A ansiedade da estreia ia-se assumindo como maior inimigo do Belenenses, que se revelou pouco intenso na recuperação de bola e deixava enormes espaços nas laterais, com Paulo Jorge e Filipe Ferreira a sentirem enormes dificuldades para travar as incursões adversárias, particularmente do ''endiabrado'' Ukra, que viu o ferro negar-lhe as intenções.

Com enorme liberdade de movimentos no meio-campo, os visitantes passaram então a controlar o jogo e, apesar de uma ténue resposta do Belenenses após o descanso, num remate traiçoeiro de Fernando Ferreira, acabariam por dilatar a vantagem, através do peruano Rodríguez, que respondeu da melhor forma a um canto bem ''desenhado''.

Além de animar as bancadas, a entrada de Miguel Rosa, para a última meia hora, veio dar também maior ''vivacidade'' e objetividade ao jogo do Belenenses, mas, por essa altura, era quase certa a vitória do Rio Ave, tendo em conta a superioridade evidenciada durante o jogo.

Dessa forma, não foi de estranhar que os números viessem a ser mais penalizantes para os ''azuis'', quando, seis minutos após entrar em campo, o venezuelano Del Valle surgiu isolado pela esquerda e bateu um desamparado Matt Jones, fechando as contas do marcador.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário