segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Andebol: Crónica do Delta Belenenses 22 - 31 Benfica

Postado Por: with Sem Comentarios
Jogo de elevado grau de dificuldade para a nossa equipa, que mais uma vez surpreendeu através da sua entrega e organização, fazendo vibrar o entusiástico público presente no Restelo. A defesa do Belenenses conseguiu contrariar a organização ofensiva do Benfica, onde a experiência de Rui Silva é fundamental. No entanto aos oito minutos a nossa equipa já tinha perdido Diogo Rios, peça fundamental na defesa, com suspeita de fractura do nariz. Lá atrás o guarda redes João Lino ia parando os remates dos encarnados.

Ofensivamente a equipa foi crescendo e acreditando cada vez mais, que era possível discutir o resultado. Edgar Landim foi um problema constante para a defesa do Benfica, em especial para Álvaro Rodrigues que nunca o conseguiu parar, fazendo esquecer completamente o agora encarnado, Rony. Luis Nunes, com toda a sua experiência ia aparecendo nos momentos mais difíceis do jogo, com eficácia de remate e ligando muito bem com o pivot Rui Silva. Uma das surpresas foi João Valadas, que se soltou a atacar e acabou por ser uma das figuras da noite, ganhando os duelos individuais com Chernov.

Por fim os pontas, que criaram muitos problemas, Delgado em contra atque foi mortífero com as suas finalizações seguras e Nelson Pina que a partir da segunda parte, passou a ser imbatível com a sua velocidade e querer, levando ao delírio a plateia.

A entrada de Vasco Ribeiro, num momento crítico jogo, com toda a sua experiência e um conjunto de defesas importantes, recolocava o Belenenses na luta do jogo. A cinco minutos do final, já sem Rui Silva, desqualificado desde o início da segunda parte, com Bruno Ferreira a saltar do banco cumprindo exemplarmente o seu lugar na defesa e Fila numa missão de sacrifício como pivot, o resultado era de 25-22 para o Benfica. Só quatro grandes defesas do excelente guarda redes Vicente Alamo, permitiram aos encarnado ampliar a vantagem em contra ataque e garantir uma vitória final, bastante suada e nada tranquila.

Boas indicações começa a dar a nossa jovem equipa e a confirmar-se que a febre do Andebol, é ao sábado à tarde no Restelo.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário