sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Centésimo jogo com a nossa camisola

Postado Por: with Sem Comentarios
Duarte Machado é uma das referências do plantel do Belenenses, pelo que não é por acaso que a braçadeira de capitão lhe pertence. No último fim de semana, o defesa de 30 anos juntou mais um facto à sua importância nos azuis do Restelo, tendo chegado ao jogo 100 ao serviço do clube

O defesa chegou ao Belenenses na temporada 2010/2011, proveniente do Fátima, e realizou o primeiro jogo com a camisola da atual equipa a 8 de Agosto de 2010, tendo-se estreado com uma derrota frente ao Penafiel, em partida a contar para a Taça da Liga. Nesse jogo, foi lançado por Rui Gregório, treinador de então, a titular, mas acabou por sair aos 54 minutos, dando lugar a André Martins.

Os primeiros resultados ao serviço do Belenenses estiveram longe de ser animadores. Três derrotas consecutivas foi o saldo dos primeiros três jogos de Duarte Machado, sendo que a sua primeira vitória ao serviço do clube lisboeta aconteceu diante do Varzim. A 16 de Janeiro de 2011, os azuis do Restelo, já orientados por José Mota, venceram a turma poveira por 4x2 e Duarte Machado esteve apenas um minuto em campo, tendo entrado já em período de compensação para o lugar de Calé.

Duarte Machado, capitão do Belenenses, soma 100 jogos pelos azuis do Restelo No entanto, os tempos em que esteve no segundo escalão pelo Belenenses já lá vão. Na temporada passada foi um dos esteios da equipa treinada por Mitchell Van der Gaag na sensacional campanha na Segunda Liga e conquistou e juntou o título de campeão à subida de divisão. Graças a isso, a 15 de Setembro estreou-se no escalão maior do futebol português, tendo participado na derrota da sua equipa em Coimbra, diante da Académica, por 2x1.

O jogo 100 chegou neste último fim de semana, no empate a zero do Belenenses no Estádio do Bonfim frente ao Vitória de Setúbal. Foi a 23ª igualdade obtida por Duarte Machado na centena de partidas disputadas com a camisola dos azuis, além de 49 vitórias e 28 derrotas. No entanto, golos é que nem vê-los, pois o defesa ainda não colocou a bola nenhuma vez na baliza dos adversários.

Parabéns capitão.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário