segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Futsal: Crónica do L. Porto Salvo - Belenenses/ElPozo

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa do Belenenses/ElPozo foi eliminada nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, ao ser derrotada no recinto dos Leões de Porto Salvo por 4-2, num encontro bem disputado, cujo vencedor foi a equipa mais eficaz na finalização e mais experiente no aproveitar dos erros do adversário, que deixou um misto de satisfação – pela exibição personalizada da nossa equipa – e de insatisfação – pelos inúmeros lances de golo desperdiçados em situações de superioridade numérica no ataque – que não será fácil de digerir.

Perante um dos adversários mais fortes da competição, actual 4º classificado da Liga SportZone Futsal, a nossa equipa entrou bem na partida, defendendo bem os pontes fortes do adversário e explorando as saídas rápidas para o contra-ataque, tendo desperdiçado a primeira ocasião de golo do encontro logo aos 4 minutos, num lance de 2x0, com Pauleta a assistir Tiago Carvalho ao segundo poste, que finalizou ao lado da baliza à guarda de Carlo.

Já depois do Belenenses/ElPozo desperdiçar um livre indirecto, por duplo atraso ao guarda-redes contrário, seria a equipa da casa a beneficiar também de um livre indirecto, por quatro segundos na recolocação da bola em jogo, com Diogo a não desperdiçar a oportunidade de inaugurar o marcador, estavam decorridos 8 minutos de jogo.

A nossa equipa não acusou o golo sofrido, e voltou a estar perto do golo, em nova saída rápida de Tiago Carvalho, assim como em remates de Major e de Pauleta, sendo que a vantagem mínima no marcador parecia estar para ficar até ao intervalo.

O último minuto da primeira parte começou com a equipa da casa a averbar a sua quinta falta, com a equipa do Belenenses/ElPozo a pressionar no minuto final em busca do golo do empate ou de uma falta que nos levasse para a marca dos dez metros, no entanto, uma perda de bola a 12 segundos do final, possibilitou à equipa da casa elevar para 2-0, com Ré a assistir Dura ao segundo poste para uma concretização fácil e eficaz.

A segunda parte trouxe um Belenenses/ElPozo mais ofensivo, mais pressionante, procurando o golo que nos fizesse reentrar no jogo, com Carlo a começar a dar nas vistas, com algumas intervenções de qualidade.

No entanto, se a diferença na eficácia na concretização entre as duas equipas já era notória, mais gritante tornou-se, aos 26 minutos, quando uma bola bombeada para as costas da nossa defesa apanhou um adversário em esforço, e com mérito de não desistir da jogada, que recuperou a bola e assistiu Ré para o 3-0 no marcador.

A nossa equipa reagiu bem, continuou a criar e a desperdiçar vários lances de golo, mas só aos 33 minutos viu-se recompensada, com Tiago Carvalho a reduzir para 3-1, após assistência de Major.

Este golo teve o condão de fazer a nossa equipa acreditar ainda mais na hipótese de discutir o jogo, e no minuto seguinte, mais um falhanço inacreditável, com a equipa a desperdiçar um contra-ataque de 3x1, falhando o golo na cara do guarda-redes contrário.

Uma vez mais, como na primeira parte, o adversário foi mais eficaz na finalização e aos 35 minutos beneficiou também de um contra-ataque de 3x1, tendo finalizado com êxito, por intermédio de Jota, ampliando o marcador para exagerados 4-1.

Com pouco mais de 4 minutos por jogar, o técnico Carlos Teixeira apostou no 5x4, com Hugo Eduardo a obrigar Carlo a uma defesa fantástica, para pouco depois Major rematar forte ao poste da baliza contrária.

A pressão do Belenenses/Elpozo era tremenda nesta altura do jogo, com a bola a circular com perigo, por várias ocasiões, junto da baliza contrária, obrigando o técnico adversário a responder ao nosso 5x4 com um 5x4 para manter a posse de bola e quebrar o nosso ritmo, com Drula a finalmente conseguir marcar, aos 38 minutos, com um remate colocado após uma intercepção de bola.

Este golo teve o condão de fazer tremer o adversário, com a nossa equipa a estar muito próxima de reduzir o marcador para a margem mínima em várias ocasiões, terminando o encontro por cima do adversário, não conseguindo, porém, voltar a marcar, com o encontro a concluir-se com uma vitória da formação da casa, da forte equipa dos Leões de Porto Salvo, que teve de saber sofrer para seguir em frente na competição.

Quanto à nossa equipa, mesmo sendo derrotada, fica a sensação de dever cumprido, tendo realizado uma boa exibição, sem dúvida a melhor no conjunto dos três jogos disputados esta época entre as duas equipas, tendo, no entanto, muito a melhorar na finalização. Fomos a equipa mais rematadora, com maior número de ocasiões de golo, mas a diferença de eficácia na finalização penalizou-nos fortemente.

Belenenses/ElPozo: Vando (Gr); Barros, Tiago Carvalho (1 Golo), Pauleta e Bruno Martins. Jogaram ainda: Cautela, Major, Drula (1), Bruninho, João Marques e Hugo Eduardo

Resultado final:
Leões de Porto Salvo 4-2 Belenenses/ElPozo
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário