segunda-feira, 10 de março de 2014

"Aflitos" Olhanense e Belenenses não saem do "nulo"

Postado Por: with Sem Comentarios
O Olhanense e o Belenenses não saíram ontem do "nulo" no duelo de "aflitos" da 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, segurando um ponto cada e deixando o Paços de Ferreira sozinho no último lugar.

Num jogo em que a qualidade escasseou, de parte a parte, o Olhanense esteve mais vezes "por cima" e criou mais oportunidades, mas o Belenenses até desperdiçou a última ocasião da partida, por Tiago Caeiro, nos descontos.

O Olhanense entrou melhor e, logo no primeiro minuto, na sequência de um canto, Femi centrou a bola e um desvio no corpo de Geraldes quase traía Matt Jones, que voltou a estar em evidência pouco depois, ao deter um cabeceamento de Lucas Souza (seis minutos).

Depois de um ascendente inicial claro, o Olhanense reduziu a velocidade e o Belenenses começou a equilibrar as operações, mas durante um longo período escassearam as oportunidades de perigo, num jogo de pouca qualidade e "mastigado" a meio-campo.

Nos últimos 10 minutos da primeira parte, os algarvios, mais pressionantes no meio-campo, aceleraram de novo e estiveram perto de inaugurar o marcador por duas vezes, no mesmo minuto (41).

Primeiro, foi Matt Jones a evitar, com o corpo, o remate do isolado Dionisi (a passe de Mario Santana) e, na sequência do respetivo canto, Kroldrup apareceu solto de marcação na área, a cabecear com perigo, ao lado.

No Olhanense, já Murilo tinha entrado para o lugar do lesionado Santana, a dois minutos do intervalo, tendo Marco Paulo respondido, no início da segunda parte, com a aposta em João Pedro, para a vaga do "apagado" Rudy.

Foi exatamente João Pedro a dar o mote para uma boa entrada da turma do Restelo na segunda parte, com um remate à figura de Belec (46'), antes de Miguel Rosa (50') e China (67') testarem os reflexos do guardião esloveno.

Após um grande lance de Dionisi, que descobriu espaço na direita, entrou na grande área e rematou para grande defesa de Matt Jones (70'), o Olhanense voltou a assumir o domínio da partida nos minutos finais, mas sem criar oportunidades.

O Belenenses, satisfeito com o "nulo" (com o 2-0 favorável da primeira volta fica em vantagem em caso de confronto direto com os algarvios no final do campeonato), segurou o empate, mas até podia ter vencido o jogo, quando Tiago Caeiro, no segundo minuto de compensações, cabeceou para grande defesa de Belec.

O Belenenses e o Olhanense somam agora 17 pontos, mais um do que o Paços de Ferreira, 16.º e último.

Reportagem Fotográfica:
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário