segunda-feira, 7 de abril de 2014

Miguel Rosa selou primeira vitória fora do Belenenses

Postado Por: with Sem Comentarios
Um golo de Miguel Rosa, aos 23 minutos, garantiu ao Belenenses, agora de Lito Vidigal, a primeira vitória fora na Liga Zon Sagres, no reduto do Gil Vicente, em encontro da 26.ª jornada da prova.

No Estádio Cidade de Barcelos, o médio da formação do Restelo garantiu três preciosos pontos para os “azuis”, que passaram a contar 21 pontos, ficando três à frente do “lanterna vermelha” Olhanense e a apenas dois do Paços de Ferreira.

Por seu lado, o Gil Vicente manteve-se no 12.º lugar, com 27 pontos, perdendo uma boa oportunidade para se afastar, em definitivo, dos lugares perigosos da tabela.

Os locais entraram melhor e até criaram algumas situações complicadas para Matt Jones, que aos 11 minutos teve que se aplicar após remate intencional de Avto.

Aos poucos, a formação visitante foi equilibrando a contenda e chegou à vantagem aos 23 minutos, por Miguel Rosa. Após um pontapé de canto, apontado por Jorge Rojas, a bola sobrevoou a área e o “70”, junto ao segundo poste, só teve que encostar.

Beneficiando de alguma apatia do meio campo do Gil Vicente, o Belenenses passou a controlar essa zona do relvado e, a partir daí, criou imensas dificuldades à defensiva local.

Aos 36 minutos, nova contrariedade para Lito Vidigal. Num lance ofensivo, Tiago Caeiro lesionou-se e o treinador foi obrigado a nova substituição forçada, já que, aos 13, Gonçalo Brandão também tinha saído devido a lesão.

Os barcelenses tentaram chegar à igualdade antes do intervalo, mas Keita não foi eficaz no derradeiro minuto.

Na segunda parte, João de Deus reforçou o meio campo, com a entrada de Leandro Pimenta para o lugar de Halisson, mas os lisboetas continuaram mais organizados e os donos da casa sentiram imensas dificuldades.

Aos 61 minutos, Vítor Vinha tentou a sorte com um remate de fora da área, mas Matt Jones foi eficaz e defendeu para canto. O guardião do Gil Vicente também se evidenciou, aos 70, a evitar, por três vezes, o segundo golo do Belenenses.

Triunfo justo da formação lisboeta, que soube aguentar a entrada forte dos gilistas e depois, com rigor e organização, controlar a reação do adversário à desvantagem.

Reportagem Fotográfica:
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário