quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Futsal: Entrevista a Tiago Carvalho

Postado Por: with Sem Comentarios
Prosseguimos com o ciclo de entrevistas com os nossos re-Conquistadores. Esta semana entrevistamos o nosso nº9, Tiago Carvalho:

Depois da descida de divisão na época passada, na época de estreia ao serviço do Belenenses, como encaraste a continuidade no Clube para esta época, apesar de teres propostas para sair para clubes da 1ª divisão?
Apesar da descida de divisão a época passada, não me passou outra ideia pela cabeça senão continuar ao serviço do Clube. É verdade que tive propostas de clubes da 1ª divisão mas o projecto que o Belenenses tinha para este ano e o carinho e respeito com que fui tratado por todos os dirigentes e massa associativa o ano passado, deram-me garantias de que a minha continuidade no Clube seria a decisão que tinha a tomar. Não me arrependo!

Quais os objectivos da equipa para esta época? Os primeiros jogos estão a corresponder às expectativas?
Sem dúvida que o objectivo principal é a subida de divisão. O Clube tem de voltar ao lugar que lhe diz respeito (1ª divisão) e é nesse sentido que todos os dias a equipa caminha. Depois, na minha opinião, vem como segundo objectivo a Taça de Portugal. É uma competição bem conhecida do Clube e acredito que este ano podemos ir longe. Sempre que entramos em campo é para ganhar! Desde o início da época que a equipa tem demonstrado um excelente trabalho e, como tal, estes primeiros jogos estão a corresponder às expectativas. Estes resultados não são nada que eu não esperasse.

Como classificas este plantel? E o trabalho desenvolvido pelo técnico João Freitas Pinto?
É um plantel com bastante qualidade. Temos um misto de juventude com experiência e essa diferença acaba por tornar a equipa mais homogénea, mais equilibrada e mais unida. Já o ano passado tinha trabalhado com o mister João Pinto. O seu método de trabalho privilegia a intensidade, o rigor e a inteligência, o que tem sido muito motivante e aliciante para a equipa.

Estás a ser uma das principais apostas neste início de época. Estavas a contar com isso? Quais os teus objetivos individuais?
Os meus objetivos passam por isso, por ser opção, por jogar e ser uma das principais apostas neste início de época é algo que considero importante. Trabalho todos os dias nesse sentido. No entanto, a confiança e a ajuda dos meus colegas e da equipa técnica tem sido fundamental.

A equipa já está na liderança do campeonato. Será para continuar? Quais os principais adversários na luta pelos primeiros lugares?
Seguramente que é para continuar! Uma equipa que tem como objectivo principal subir de divisão, tem obrigatoriamente de se afirmar como líder. A equipa está totalmente focada nessa meta e estou certo que vamos conseguir, graças à força e à união do nosso grupo de trabalho (jogadores, equipa técnica e direcção). Neste momento, apenas com quatro jornadas realizadas, é difícil fazer uma avaliação exacta. Na minha opinião teremos um campeonato equilibrado, onde teoricamente as equipas menos fortes vão criar muitas dificuldades a jogar nas suas próprias casas.

Este ano, apesar da equipa estar na IIª Divisão, os sócios e adeptos do Belenenses têm tido uma boa adesão aos jogos. Até que ponto é importante para vocês sentirem o apoio dos adeptos?
O apoio dos adeptos é imprescindível para o alcançar das vitórias, jogo após jogos. Eles revelam-se como uma fonte de motivação, ajudando-nos a nós, jogadores, nos momentos bons e menos bons. A força, confiança e carinho que nos transmitem durante todos os momentos do jogo são igualmente bastante importantes.

Estás satisfeito por representar o nosso Clube?
Claro que sim. Como referi anteriormente, o Belenenses sempre me tratou com o máximo carinho e respeito, mas não passa só por aí a minha satisfação de representar o Clube. O facto de ser um clube histórico de Portugal deixa-me também muito satisfeito.

Que importância teve a tua presença no Mundial Universitário na tua evolução como atleta?
Foi um dos momentos mais altos da minha carreira. Fez-me evoluir como jogador e como homem, proporcionando-me ganhos de experiência que são e serão úteis dentro e fora do campo.

Este plantel é uma mescla de jovens e jogadores mais experientes. Achas que essa simbiose é importante?
Sim, sem dúvida. Como já referi, essa simbiose é a combinação ideal para termos uma equipa equilibrada e coesa. A partilha de ideias que existe entre jogadores mais jovens e experientes poderá ser a chave para o sucesso, trabalhando, cada vez mais, com humildade e entrega.

Depois da Selecção Universitária sonhas a curto prazo poder vir a integrar o lote de escolhidos do selecionador Jorge Braz?
O sonho de qualquer atleta é poder representar o seu país. Já tive essa oportunidade (embora na Seleção Nacional Universitária) e sem dúvida que a próxima etapa passa por uma chamada à Seleção A. Espero que um dia consiga a confiança do mister Jorge Braz pois é para isso que também trabalho dia após dia.

Quais foram para ti até agora os momentos mais marcantes, pela positiva e pela negativa, na tua carreira?
De momentos positivos na minha carreira destaco as duas vezes que fui campeão nacional (juvenis e juniores) e a chamada à Selecção Nacional Universitária. O momento que me marcou de forma negativa foi, infelizmente, a descida de divisão do nosso Clube a época passada.

Os desportistas de hoje em dia são “modelos” seguidos pelos mais jovens. Tens algum cuidado especial na tua imagem como atleta?
Não, não tenho nenhum cuidado especial como a minha imagem. Na minha opinião, os desportistas deverão ser o mais simples e humildes possíveis, nunca demonstrando aquilo que não são. Com isto, serão o modelo mais exacto para os jovens que os seguem.

Que palavras gostarias de deixar aos associados deste Clube?
Em primeiro lugar queria agradecer a todos aqueles que estiveram presentes nos cinco jogos que já realizamos esta época. Continuem a apoiar o Clube, que nós tudo faremos para levar o Belenenses ao lugar que lhe é devido.

O futsal e a massa associativa do Belenenses têm uma grande ligação. Achas que isso pode ajudar a alcançar os objetivos traçados para esta época?
Esta ligação é crucial. Conjugando o trabalho que a equipa desenvolve e o apoio que a massa associativa demonstra, o alcançar dos objetivos para esta época será certamente bem sucedido.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário