terça-feira, 23 de abril de 2013

Futsal: Crónica do Belenenses - Vinhais

Postado Por: with Sem Comentarios
A equipa de futsal do Belenenses venceu a formação de Os Vinhais, por 7-3, em jogo da 23ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Série B, disputado no Pavilhão Acácio Rosa, dando um passo de gigante para a concretização dos seus objectivos desportivos desta época.

Foi uma partida difícil, perante um adversário bastante aguerrido, que efectua movimentações fora do habitual para provocar o efeito surpresa nas suas iniciativas ofensivas, utilizando guarda-redes avançado em ataques esporádicos desde o minuto inicial da partida.

O Belenenses inaugurou o marcador aos 4 minutos, por intermédio de Bruno Pinto, com uma finalização eficaz após uma tremenda assistência de Cautela, com um passe rasgado de longa distância. 

Ainda no mesmo minuto, Bruno Pinto poderia ter ampliado o marcador, após assistência de Bruno Martins, mas a finalização saiu ligeiramente ao lado.

O jogo parecia controlado, esperando-se o segundo golo da nossa equipa a qualquer momento, mas um lance de desatenção, aos 7 minutos, permitiu à formação de Os Vinhais empatar a partida, com um passe directo na marcação de uma reposição lateral de bola a solicitar uma emenda fácil ao segundo poste da baliza à guarda de Vando.

Pouco depois, aos 9 minutos, a formação adversária esteve novamente perto do golo, com uma finalização que bateu no poste da nossa baliza, motivando um tempo de desconto da parte do técnico Carlos Teixeira.

A equipa voltou mais tranquila do tempo de desconto, com mais confiança e após alguns lances bem desenhados, o Belenenses colocou-se novamente no comando do marcador, por intermédio de Tiago Carvalho, após assistência de Drula, no desenrolar de uma jogada colectiva de belo efeito. Estavam decorridos 11 minutos de jogo.

Este golo teve o condão de libertar a nossa equipa, que nos minutos seguintes esteve muito perto de ampliar o marcador por várias ocasiões, primeiro por intermédio de Drula, aos 13 minutos, depois por intermédio de Tiago Carvalho, aos 15 minutos, desperdiçando um lance isolado frente ao guarda-redes contrário, tendo ainda Zé Daniel, no mesmo minuto, obrigado o guarda-redes contrário a nova intervenção de qualidade, na sequência de um remate forte de meia-distância.

Quando parecia que o terceiro golo da nossa equipa poderia acontecer a qualquer momento, a formação adversário chegou novamente ao empate, na sequência de um forte remate de fora da área, em mais uma situação de ataque esporádico de 5x4, estabelecendo o 2-2 no marcador estavam decorridos 17 minutos.

No entanto, o pior ainda estava por vir, quando aos 19 minutos, num lance totalmente inofensivo, uma perda de bola de Canina na sua área, colocou a bola num adversário que não teve qualquer dificuldade em fazer o 2-3 com que chegou o intervalo.

No regresso dos balneários o Belenenses veio com mais acutilância ofensiva, procurando rapidamente o golo, mas abrindo alguns espaços que permitia ao adversário algumas saídas para o ataque com perigo, com Vando a evitar o golo com uma excelente intervenção logo aos 21 minutos, dando o corpo à bola, evitando uma finalização fácil ao seu adversário.

Pouco depois, ainda no minuto 21, o Belenenses empatou a partida, com um excelente golo de Cautela, lançado em profundidade por Canina nas costas da defesa contrária, finalizando com um remate colocado de primeira, restabelecendo a igualdade no marcador.

No minuto seguinte, novamente Vando em excelente plano, a evitar o golo à equipa contrária, sendo que, a partir desse lance a nossa equipa conseguiu finalmente encontrar o ponto de equilíbrio entre as iniciativas ofensivas e a segurança defensiva, sem nunca deixar de procurar o golo que nos colocaria novamente em vantagem.

Aos 26 minutos, Tiago Carvalho emenda um lance de cabeça junto da baliza contrária, com a bola a bater no poste, após uma assistência de Drula, mas no minuto seguinte, a nossa equipa chegaria finalmente ao golo, por intermédio de Leandro, com um remate cruzado rasteiro, de fora da área, que apanhou o guarda-redes contrário em contrapé ao não ver partir a bola.

A perder por 4-3, a equipa de Os Vinhais apostou desde os 27 minutos, de forma definitiva, no 5x4, fazendo avançar o seu guarda-redes, causando algumas dificuldades, com destaque para duas finalizações ao poste, no espaço de segundos, no minuto 29.

No entanto, o Belenenses adaptou-se bem defensivamente a esta situação de 5x4, fazendo algumas intercepções decisivas para o desenrolar da partida, elevando o marcador para 5-3 aos 31 minutos, por intermédio de Leandro, com uma finalização para uma baliza deserta, após uma recuperação de bola que permitiu um contra-ataque com uma assistência de Drula.

Com dois golos de vantagem e a defender cada vez melhor o 5x4 da equipa adversária, não foi surpresa que o Belenenses tenha ampliado o marcador por duas vezes, no minuto 33, primeiro por intermédio de Leandro e depois por intermédio de Cautela, beneficiando da ausência de guarda-redes na baliza contrária, para gáudio dos adeptos presentes nas bancadas do Pavilhão Acácio Rosa, que antecipavam deste modo a vitória da nossa equipa.

Estes dois golos no espaço de segundos acabaram praticamente com o jogo, tendo a formação adversária abdicado de jogar em superioridade numérica no ataque, esperando apenas que o relógio da partida corresse os seis minutos finais do encontro.

Até final do jogo, tempo ainda para o Belenenses cometer a sexta falta, levando a formação do Vinhais para a marcação de um livre de 10 metros, que Vando defendeu com mestria, estavam decorridos 37 minutos de jogo, e para uma outra intervenção de qualidade de Vando, no mesmo minuto, a um forte remate de meia distância, evitando que o adversário reduzisse a desvantagem, algo injusta, no marcador.

Com esta importante vitória, e beneficiando da derrota caseira do segundo classificado, Burinhosa, e do empate caseiro do terceiro classificado, AMSAC, a nossa equipa averbou uma importante e quase decisiva vantagem de sete pontos sobre os nossos perseguidores directos, quando faltam apenas disputar três jornadas para terminar a fase regular do campeonato.

Matematicamente estamos a dois pontos do nosso objectivo, o regresso à I Divisão, pelo que, mais que nunca, estamos muito perto daquilo a que nos propusemos no início da época.

Na próxima jornada, dentro de quinze dias, o Belenenses desloca-se ao Algarve, para defrontar a difícil e experiente equipa do Albufeira Futsal, num encontro que, em caso de vitória, será de festa para todos os Belenenses. Contamos com a presença e o apoio de todos!

Belenenses: Vando (Gr); Cautela (2 Golos), Canina, Bruno Pinto (1) e Bruno Martins.
Jogaram ainda: Tiago Carvalho (1), Drula, Zé Daniel e Leandro (3).

Resultado Final:
Belenenses 7 – 3 Os Vinhais
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário