quarta-feira, 24 de abril de 2013

Oliveirense termina com invencibilidade caseira do Belenenses

Postado Por: with Sem Comentarios
A Oliveirense terminou hoje com a invencibilidade caseira do já campeão Belenenses na II Liga de futebol, ao vencer por 2-0 no Restelo, no jogo em atraso da 36.ª jornada da prova.

O experiente Rui Lima adiantou o conjunto de Oliveira de Azeméis, aos 14 minutos, e Iván Santos, aos 78, fechou as contas do marcador, infligindo aos ''azuis'' a segunda derrota consecutiva na II Liga, três dias após o expressivo ''deslize'' na Covilhã (1-4) e uma semana depois da eliminação da Taça de Portugal.

Desta forma, a Oliveirense subiu ao quinto posto da tabela, a um ponto do quarto lugar, que garante uma vaga na “liguinha” de acesso à divisão maior do futebol português.

A tarde solarenga foi o pano de fundo de um irreconhecível Belenenses, talvez em virtude das muitas poupanças operadas por Van der Gaag, que apenas lançou quatro habituais titulares no ''onze'' inicial.

A situação foi bem explorada pelos visitantes, que se adiantaram no marcador ainda antes do primeiro quarto de hora, mas poderiam ter levado uma vantagem mais confortável para o intervalo, perante a passividade do conjunto de Belém, que, no primeiro tempo, apenas incomodou João Pinho num remate pouco assertivo de Arsénio.

Sem a dinâmica caraterística desta época, os ''azuis'' foram sempre previsíveis nas ações ofensivas e denotaram algumas fragilidades defensivas, perante um adversário bem organizado e consciente do que seria necessário fazer para levar de vencida o líder.

Van der Gaag ainda tentou ''mexer'' com a sua equipa, lançando Fredy, Rambé e o jovem Fábio Sturgeon, mas o conjunto de João de Deus manteve a serenidade e aproveitou da melhor forma os espaços concedidos, selando o triunfo, por intermédio do recém-entrado Iván Santos, que apenas necessitou de cinco minutos em campo para deixar a sua ''marca''.
Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário