segunda-feira, 21 de julho de 2014

Estoril vence Belenenses e fica em terceiro na Taça de Honra

Postado Por: with Sem Comentarios
O avançado brasileiro Bruno Lopes deu ontem o terceiro lugar da Taça de Honra da Associação de Futebol de Lisboa, ao apontar o golo da vitória (2-1) diante do Belenenses, equipa que até dominou o encontro.

O primeiro sinal de perigo pertenceu ao Belenenses, logo aos dois minutos, quando Fredy surgiu ao segundo poste e cabeceou para as mãos de Pavel Kieszek, mas o tento inaugural foi para os comandados de José Couceiro.

Numa jogada iniciada a meio campo, onde o reforço Tozé, com uma simulação de corpo, tirou dois adversários da frente, antes de isolar no ataque Kuca, que apenas teve de desviar a bola do guardião Filipe Mendes.

O Belenenses, disposto em 4x2x3x1, tomou conta do encontro até ao intervalo, mas sentiu grandes dificuldades no último remate. Exemplo disso foi Tiago Caeiro, aos 30 minutos, depois de ter recebido a bola de Fredy, já só com Kieszek atirou ao lado.

No segundo tempo, o Estoril remodelou a equipa, mantendo o esquema tático inicial (4x3x3), mas continuava a praticar um futebol muito direto e denunciado, o que permitia aos comandados de Lito Vidigal, treinador que não mexeu na equipa ao intervalo, anular os lances de maior perigo.

O Estoril-Praia teve de recorrer a lances de bola parada para conseguir criar perigo da baliza azul. Aos 71 minutos Babanco cobrou um canto na direita, o guarda-redes Matt Jones socou para fora da área e Tozé rematou, contudo a bola desviou num defesa e acabou por não acertar no alvo.

Aos 83 minutos, Deyverson igualou o encontro e quando tudo fazia crer que o jogo se iria decidir na marcação de grandes penalidades, Bruno Lopes aproveitou um desacerto no coração da área dos "azuis" para fazer o golo da vitória, depois de um cruzamento de Babanco e um primeiro remate de João Pedro Galvão ao poste.

Ficha do jogo:

Jogo realizado no Estádio do Restelo, em Lisboa.
Estoril-Praia - Belenenses, 2-1.
Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:
1-0, Kuca, 7'; 1-1, Deyverson, 82'; 2-1, Bruno Lopes, 90+4'.

Equipas:

Estoril: Pavel Kieszek, Anderson Luís (Mano, 46'), Bruno Miguel (Yohan Tavares, 46'), Diego Carlos (Rúben Fernandes, 46'), Kakuba (Emídio Rafael, 46'), Afonso Taira (Babanco, 46'), Anderson Esiti (Diogo Amado, 46'), Kuca (Fernandinho, 75'), Balboa (Bruno Lopes, 46'), Tozé (Ricardo Vaz, 83') e Sebá (João Pedro Galvão, 46).

(Suplentes: Vagner, Yohan Tavares, Mano, Emídio Rafael, Rúben Fernandes, Diogo Amado, Babanco, João Pedro Galvão, Fernandinho, Bruno Lopes, Luiz Phellype, Ricardo Vaz).

Treinador: José Couceiro.

Belenenses: Filipe Mendes (Matt Jones, 66'), André Teixeira, Daniel Martins, João Afonso (Palmeira, 56'), João Meira, Danielsson (Ricardo Alves, 66'), Tiago Silva (Bruno China, 56'), Fábio Nunes (Abel Camará, 56'), Fredy (Miguel Rosa, 56'), Adilson (Deyverson, 66') e Tiago Caeiro (Fábio Sturgeon, 56').

(Suplentes: Rafael Veloso, Matt Jones, Duarte Machado, Fernando Ferreira, Palmeira, Bruno China, Deyverson, Filipe Ferreira, Ricardo Alves, Miguel Rosa, Fábio Sturgeon, Abel Camará).

Treinador: Lito Vidigal.

Árbitro: Quintério de Almeida (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para André Teixeira (58') e João Pedro Galvão (81').

Assistência: Cerca de 1.500 espetadores.

Reportagem Fotográfica:

Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 Comentário/s:

Enviar um comentário