domingo, 2 de dezembro de 2012

Hoje | Taça de Portugal: Belenenses x Fabril

Postado Por: with 1 Comentario
Oitavos-de-Final - Estádio do Restelo - 15h00
Não faltes pois este é mais um passo da caminhada Rumo ao Nosso Lugar!

Achei o texto acima:
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

1 comentário:

  1. [Juniores] Belenenses, 0 - Nacional, 3


    Belenenses atrás do prejuízo desde o minuto 31, após conversão de uma grande penalidade. Brevemente, teremos aqui as entrevistas aos treinadores Rui Gregório (Belenenses) e José Pedro Jacinto (Nacional).

    Enfrentando uma defesa de créditos firmados, a segunda menos batida da Zona Sul, seria mesmo assim o Belenenses a protagonizar os primeiros lances de perigo, ambos com a chancela de Gonçalo Ribeiro, primeiro aos 9 minutos, depois aos 18. Para inverter essa tendência, o Nacional contava com a iniciativa de Camacho pela ala esquerda do ataque, onde era eficaz, só que não o suficiente para furar o eixo defensivo. Todavia, este também está sujeito aos seus momentos de infelicidade e aos 23 minutos por pouco ia traindo com um auto-golo, valendo aí os reflexos do guardião Ricardo Fernandes.

    O momento do jogo registou-se à passagem do minuto 31. O belenense Muelson esteve à beira de marcar, enviando o esférico ao poste, e na resposta o insular Cláudio cruzou à mão de Nuno Neves, estando este a não mais de dois metros de distância do avançado. O árbitro entendeu mão na bola e uma vez que tinha ocorrido no interior da área, assinalou grande penalidade que o experiente Crespo não perdoou.

    O Belenenses acusou o golo e por instantes esteve à vista o segundo, num remate de ressalto ao qual Ricardo Fernandes se opôs com mais uma valorosa intervenção. Já nos últimos minutos do primeiro tempo, a turma da casa recuperou a compustura e ameaçou empatar, agora numa parceria entre Gonçalo Ribeiro e Muelson, valendo aí a atenção do guarda-redes insular.

    À medida que o tempo ia avançando o jogo caracterizava-se cada vez mais por um equilíbrio de operações. Para o romper, Rui Gregório arriscou com a troca de central por avançado (Gonçalo Gregório). Este, no seu primeiro lance, triangulou com Nuno Malheiro, acabando Miguel Lopes (entrado ao intervalo) por rematar com má direcção. Lances como este eram escassos, dado o rigor da defesa insular. Já com 73 minutos, o Nacional realizou a sua primeira substituição, uma troca de avançados (Cláudio por Fortes) que viria a estar no golpe fatal, isto é, o lance do 0-2, com o apoio decisivo de Camacho. Refrescando meio-campo com a entrada de Bruno e lançando mais um central (Helton) para os minutos finais, surgiria ainda o terceiro, apontado no penúltimo minuto do tempo de compensação.


    Campo nº 2 do Estádio do Restelo, 1 de Dezembro de 2012, 15:00 horas.
    15ª Jornada do Campeonato Nacional Juniores da 1ª Divisão (1ª Fase, Zona Sul), 2012/2013.
    Sob a arbitragem de Luís Catita, auxiliado por Vasco Guedelha e Gonçalo Brálio (AF Évora), as equipas alinharam:
    Belenenses: 1- Ricardo Fernandes; 2- David Carvalho, 3- Nuno Neves "cap." (18- Gonçalo Gregório, aos 57'), 4- Nuno Tomás e 5- Nuno Malheiro; 6- Pedro Torrado, 7- Gonçalo Ribeiro (16- Miguel Lopes, ao intervalo), 8- Tomás Gregório e 9- Gonçalo Barroso (15- Tiago Fernandes, aos 69'); 10- Muelson Samate e 11- João Pinto. Treinador: Rui Gregório.
    Nacional: 1- Rui Silva; 2- Inigo Campos, 3- Gerson, 4- Crespo e 5- Dani Ladeira (8- Bruno, aos 79'); 6- Diogo Roxo "cap.", 7- Camacho, 10- Edgar Abreu e 14- Ariano (19- Helton Delgado, aos 89'); 20- Cláudio (11- Fortes, aos 73') e 22- Flávio. Treinador: José Pedro Jacinto.
    Golos: 0-1, Crespo (31', g.p.); 0-2, Fortes (77'); 0-3, Bruno (90+3').
    Acções disciplinares: amarelos para David Carvalho e Nuno Neves (Belenenses).
    Observação: com a saída de Nuno Neves, aos 57', a braçadeira de "capitão" passou para Tomás Gregório (Belenenses).

    ResponderEliminar